fbpx

Dean Briggs (o “Dean” da palavra do profeta) e eu nos tornamos amigos na Casa Internacional de Oração em Kansas City (IHOPKC). Um dia ele me fez uma pergunta que me abalou profundamente e cristalizou o chamado da minha vida. Ele disse: “Lou, se você pudesse pregar apenas uma mensagem para dez mil pessoas e soubesse que seria o catalisador de uma colheita global de almas, qual seria essa mensagem?” Lágrimas inundaram meus olhos porque quando Deus te toca no âmago de seu chamado, você sente isso profundamente nas emoções de sua alma. Sem hesitar, respondi: “Eu chamaria o planeta inteiro para um jejum de 40 dias, porque antes que houvesse um movimento ‘Jesus Movement’ original, haveria um ‘Jesus Fast’ original”. Fiquei emocionado ao acreditar que, se fizéssemos isso, veríamos os resultados do jejum de Jesus e o ministério evangelístico de Jesus multiplicado em todo o mundo. Nesse momento de epifania, Dean e eu nos unimos para escrever o livro The Jesus Fast, (O Jejum de Jesus), que lançamos em 2016.

Um dia, enquanto Dean e eu escrevíamos O Jejum de Jesus, Dean de repente se lembrou de um sonho que havia recebido anos antes. Ele descreveu o sonho como o sonho espiritual mais profundo que já havia recebido em sua vida. Aqui está o sonho de Dean Briggs:

    Em meio a conversas sobre guerra e escalada de conflitos internacionais, percebo que sou engenheiro em uma missão extremamente secreta para implantar e detonar uma bomba atômica. Quando começo a instalá-la em um campo aberto, um incêndio começa a se alastrar, forçando todos a se afastarem. Corro para a segurança e começo a circular no perímetro, me perguntando como me aproximar para poder terminar a tarefa. Um amigo meu (que por acaso é um life coach) está subitamente presente, pegando fogo do chão e jogando em mim e nos outros. Enquanto corremos em um círculo ao redor do perímetro, ele me segue na pista interna, nas chamas, jogando repetidamente cinzas do chão em chamas e dizendo repetidamente: “Vá ao fogo, Dean. Vá para o fogo. Vá para o fogo!

    Eu sei que a bomba ainda não foi detonada adequadamente. Por fim, corro para o fogo, pego a bomba e volto a colocá-la no lugar. Enquanto detona, um cogumelo atômico cresce rapidamente no céu. Tudo treme. Certamente serei consumido, eu fujo, mas surpreendentemente não estou ferido.

    De repente, o céu inteiro se enche de uma mensagem como a maior tela de cinema da história. Em todo o planeta, ninguém pode escapar da história panorâmica do Evangelho contada diretamente pelo próprio Deus, declarando que o que as pessoas da terra há muito ignoram ou zombam é realmente verdade, mas que a janela do tempo para responder é daqui a pouco, logo agora. Ele está chegando em breve. O julgamento não pode ser adiado para sempre. Observo e choro, impressionado, pois a mensagem no céu é como a promessa de Noé. No sonho, acabara de surgir uma palavra profética de Mike Bickle de que tudo estava prestes a mudar de maneira maciça e imprevisível, e que devemos nos preparar para isso, pois a reunião final de um bilhão de almas estava prestes a ser lançada. Uma vez que as coisas mudassem, seria fácil salvar os perdidos.

No sonho, estou emocionalmente vencido e atordoado, mas sei que aquilo que ouvi é verdade. Enquanto a visão do céu desaparece, agarro a primeira pessoa a seguir meu caminho, um homem de vinte e poucos anos. Em estado de choque, ele não precisa de convencimento; ele apenas assente, disposto e necessitado pelo evangelho. Gaguejo e tropeço em uma oração fraca e estranha. Ele murmura quase à minha frente, como se a oração real fosse uma mera formalidade, porque seu coração já havia tomado a decisão de se render a Cristo. Cheio de urgência, procuro o próximo e mais outro. Quase todos estão dispostos. Poucos não passam correndo, sabendo o que eu ofereço. Choro por eles, espantado com a sua recusa teimosa, mas há muitos que estão dispostos e muito pouco tempo a perder. Este é o último convite.

    Quando o sonho termina, sinais e maravilhas estão surgindo por toda parte. Milagres de cura. Em todo lugar, ondas de unção para libertar, curar e salvar seguem a pregação mais simples do evangelho. É o sonho apocalíptico mais impressionante que já tive; quando acordei, chorava, com o grande amor de Deus pelos perdidos e uma doce e pesada presença do Senhor enchendo meu quarto. Eu rapidamente olhei para  o meu relógio.    

 Eram 3 e 16 da manhã. – como em João 3:16 

Assim que Dean me contou seu sonho, eu sabia o que aquilo significava. No sonho, a bomba atômica representava o poder atômico do jejum corporativo prolongado. O fogo ao redor da bomba foi o fogo refinado do jejum pelo qual alguém deve passar para obter autoridade no Espírito. Mike Bickle, fundador e diretor do IHOPKC, simbolizava o fim dos tempos e uma oração corporativa maciça, unida, dia e noite. O bilhão de colheitas de almas foram as massas cujos olhos serão abertos à visão da cruz por causa do jejum, oração e evangelização. Em resumo, esse sonho foi a confirmação inacreditável de Deus à mensagem que estávamos escrevendo naquele mesmo dia. Ele estava declarando que a oração e o jejum globais desencadeariam uma bomba espiritual que quebraria o poder do deus deste mundo, que cegava os olhos dos perdidos, permitindo-lhes ver a luz do evangelho da glória de Deus no mundo, no rosto de Cristo. Será desencadeada uma onda de evangelismo e missões como nunca foi visto. João 3:16 será o grande tema da terra.

Pin It on Pinterest

Share This