fbpx

“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, por vontade de Deus.” – Efésios 1:1

“Em trabalhos e fadigas, em vigílias, muitsa vezes; em fome e sede, em jejuns, muitas vezes; em frio e nudez.” – 2 Coríntios 11:27

No início dos anos 1970, um jovem participou de uma grande reunião organizada pela famosa e controversa evangelista de cura Kathryn Kuhlman. Este jovem havia sido convidado para o evento por um amigo e era um estudante de medicina no Pasadena City College. Havia pouco tempo que ele se mudara da Bolívia para os Estados Unidos para receber sua educação. Naquela noite, esse jovem recebeu Jesus Cristo como seu Salvador, mudando para sempre o destino de seu país natal, a Bolívia. O nome desse jovem era Julio Cesar Ruibal, mais tarde apelidado pela imprensa de “Apóstolo dos Andes”.

A experiência de conversão de Ruibal foi marcada por profundo arrependimento, libertação e cura interior. Ele se deitava no chão da sala e dizia: “Jesus, eu te encontrei; Eu encontrei tudo.”

Um mês depois de entregar a sua vida a Cristo, Ruibal voltou a participar de outro evento de Kuhlman. As portas estavam trancadas no Shrine Auditorium porque o prédio já estava repleto, com uma audiencia faminta, de 7.000 pessoas  – o número máximo permitido pelo código de incêndio – Enquanto milhares de outras pessoas também foram trancadas do lado de fora do prédio, Ruibal encontrou uma cadeira dobrável, subiu  nela e falou para a grande multidão, em inglês quebrado, sobre sua maravilhosa experiência de conversão no mês anterior. Enquanto Ruibal pregava, Deus deu a ele o dom da cura! Ao mesmo tempo em que muitos estavam sendo curados pelo ministério de Kuhlman, muitos estavam sendo curados pelo novo ministério do adolescente, Ruibal.

No ano seguinte, Ruibal retornou à sua cidade natal, La Paz, Bolívia, e fundou um pequeno estudo bíblico, pregando o evangelho com alguns amigos. Deus prometeu a Ruibal que até os estádios seriam pequenos demais para conter as multidões. Isso parecia impossível na época. A maior igreja evangélica da cidade continha apenas 90 pessoas e missionários de muitas denominações diferentes haviam trabalhado por décadas em La Paz com poucos frutos. Ruibal adotou uma abordagem diferente.

Ruibal, com apenas 19 anos, era um homem de jejum, oração e obediência. Ele ensinou outros a fazerem o mesmo. Seu pequeno grupo se reunia todas as noites para orar das 22:00 às 02:30 ou 03:00. Mais e mais pessoas foram salvas até que de repente 5.000 foram salvas!

Antes que ele soubesse, Ruibal se viu sentado diante do presidente da Bolívia, Hugo Bánzer Suárez, e sua esposa. Essa reunião aconteceu porque o Senhor havia usado Ruibal para curar um membro do gabinete do presidente que estava paralítico. Depois de orar juntos, o Presidente Suárez deu a Ruibal uma porta aberta para evangelizar o país inteiro. O Presidente da República lhe deu acesso a estágios em todo o país e exigiu que os prefeitos das cidades decretassem feriado quando Ruibal estivesse na cidade pregando o evangelho. O presidente até permitiu que Ruibal usasse seu próprio jato pessoal.

Ruibal e sua equipe começaram com o estádio na cidade capital de La Paz. Milhares compareceram. Por causa da multidão, a polícia escoltava Ruibal para fora do palco em uma ambulância depois que ele pregava. Ruibal voltava para sua casa e ouvia o rádio por horas enquanto as estações de rádio relatavam todos os milagres ocorridos no palco, mesmo depois de ele ter saído! A esposa de Ruibal afirmou mais tarde que ele passava dias jejuando e orando nos bastidores.

Logo Deus cumpriu Sua promessa ao jovem evangelista. Uma manhã, quando uma reunião deveria começar às 10 horas, a polícia telefonou para Ruibal às 5 horas, para que ele soubesse que o palco já estava cheio e havia uma multidão de 40.000 pessoas! A multidão passou a noite no estádio! Ruibal primeiro pregou para a multidão no estádio e depois pregou de cima do muro do estádio para a multidão que estava do lado de fora. Os estádios eram pequenos demais para conter a multidão. Em vez disso, eles passaram a se reunir nas encostas das montanhas e nas praças. Como não havia um sistema de som capaz de atingir tais multidões, as pessoas foram incentivadas a trazer rádios transistores e sintonizar as estações de rádio que transmitiam a pregação.

Nos anos seguintes, centenas ou milhares vieram a Cristo. Os eventos foram marcados pelo poder de Deus quando Ele acompanhava a pregação com sinais, maravilhas e milagres, numerosos demais para serem contados.

Deus logo chamou Ruibal para Columbia.
 

Referências:

Pin It on Pinterest

Share This