fbpx

Amanhã é 9 de abril, o aniversário do avivamento da rua Azusa! Todos os anos em que fizemos este jejum, nós apontamos para essa data, acreditando que veremos um derramamento épico do Espírito Santo em nossas vidas, família e nação. Agora mesmo, receba o Espírito Santo!

Seja encorajado, você passou por um deserto em que, com certeza, já viu grandes montes espirituais, mas provavelmente vales mais profundos e momentos sombrios. Não é disso que se constitui o deserto? Mas um vislumbre do céu, ou uma frase da voz de Deus, o lampejo de um versículo da Bíblia, guardarão você para tudo mais. Eu experimentei alguns dias sombrios neste jejum, mas raramente ouvi Sua voz tão clara. Alguns podem dizer: “Foi uma experiência árida e difícil”, mas eu lembro do que Derek Prince disse: “Todo jejum feito com fé será recompensado por Deus”. Amigo, olhe para a recompensa. Ainda continuo colhendo o fruto de jejuns prolongados que fiz há 30 anos.

Mateus, o escritor do Evangelho, descreve o fim do jejum de Jesus e o início de Seu ministério. Eu quero que você veja este seu jejum como o começo de uma nova era da sua vida. Não olhe para trás e diga: “Eu realizei um jejum”, antes diga: “Eu comecei o ministério”. Ao nos aproximarmos do final deste jejum, vamos seguir a história de Jesus.

“E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome. Então, o tentador, aproximando-se, lhe disse: Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães.” – Mateus 4:2-3

Queridos, antes de tudo, tenham cuidado com a invasão do tentador no final deste jejum. Normalmente, Satanás encontra um tempo oportuno após uma grande vitória. Em segundo lugar, durante o jejum, a tentação era comer pão, agora a tentação após o jejum será comer muito pão. Não seja um jejuador compulsivo e não perca o estado de alerta espiritual que você ganhou durante este jejum. Esses desejos carnais saltarão sobre você como um ladrão na noite. Seja autocontrolado, seja cheio do Espírito Santo.

“Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, poque está escrito…” – Mateus 4:10

Amanhã, ao chegarmos ao 40º dia do jejum, que milhares declarem a palavra escrita de Deus: “Satanás se foi!” sobre seus próprios vícios, montanhas intransponíveis sobre suas vidas e famílias e obstáculos de finanças e planos futuros. Solte essa palavra de fé. Declare em voz alta o dia todo. “Satanás se foi!” Ouse acreditar em uma grande libertação.

“Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto.” – Mateus 4:10 

Transforme este dia e os dias e meses seguintes, em um hábito concentrado de louvor e adoração. Determine dar as costas aos ganchos idólatras de carne que o mantinham em cativeiro antes, dizendo: “Adorarei o Senhor meu Deus, e somente Ele adorarei”. Determine ser um cantor de Seu louvor nestes novos e gloriosos dias.

“Com isso, o deixou o diabo, e eis que vieram anjos e o serviram.” – Mateus 4:11

Neste dia, abra-se ao redemoinho divino da atividade angelical que se move ao seu redor. Algumas vezes, no final dos jejuns, descobri um êxtase avassalador, em parte porque posso comer, mas principalmente porque consigo sentir a proximidade do céu. Procure compromissos divinos, deixe seu coração transborder, com o Espírito de Deus pulsando dentro de você. Lembre-se que Jesus saiu do jejum no poder do Espírito.

“Ouvindo, porém, Jesus que João fora preso, retirou-se para a Galiléia.” – Mateus 4:12

Saia para o novo lugar e para a nova direção que Deus chamou você durante esse jejum. Cumpra a profecia que foi escrita no livro que Deus escreveu sobre você antes de você nascer.

“Daí por diante, passou Jesus a pregar.” – Mateus10:17

Pregue! Faça o trabalho de um evangelista. Declare sua mensagem de vida. Saia das cavernas da insegurança e libere a sua luz para brilhar sobre os que habitam na sombra da morte.

Prepare-se para a comunhão amanhã, no último dia do nosso jejum.

Pin It on Pinterest

Share This